Celebridades se mudam para prédio ‘à prova de paparazzi’ em NY

Por Marcelo Bernardes

Um prédio em Manhattan, construído em 1880, e onde funcionava, entre outras empresas, uma fábrica de lombadas de livro e uma de palhas de aço, está se tornando um dos endereços mais cobiçados pelas celebridades de Hollywood. Convertido em apartamentos residenciais em 2014, o local, no bairro do TriBeCa, rapidamente ganhou um apelido que soa apetitoso para os famosos: “prédio à prova de paparazzi”.

O prédio tem garagem própria no subsolo (o luxo do luxo em Nova York), com elevadores particulares, que permite fácil acesso para as celebridades que não querem descer do carro na rua. Apesar de um parque público maravilhoso, às margens do rio Hudson, à disposição, os moradores ilustres não precisam atravessar a rua: eles têm acesso a um grande jardim interno, com dezenas de árvores sassafrás. Um segundo lobby, sem vista para a rua, faz com que as celebridades que esperam pelo elevador fiquem totalmente fora da mira dos fotógrafos na rua.

Não é de se surpreender que, em pouco tempo, o prédio no número 443 da rua Greenwich, no TriBeCa (bairro onde já moravam Robert De Niro, Meryl Streep, o casal Beyoncé e Jay-Z, Gwyneth Paltrow, entre outros famosos), conseguiu reunir, num mesmo quarteirão, um grande desfile de celebridades.

Jardim interno tem várias árvores sassafrás. (Foto: Divulgação)

Recentemente, o ator Jake Gyllenhaal trocou seu pequeno apartamento no bairro do East Village por um de três quartos no local, no valor de US$ 8.63 milhões. O prédio da rua Greenwich também serve de endereço para os casais Justin Timberlake e Jessica Biel (eles pagaram US$ 20 milhões por uma das 8 coberturas disponíveis), Blake Lively e Ryan Reynolds, além de Meg Ryan (ela pagou US$ 9.4 milhões por uma unidade com três quartos), Jennifer Lawrence e o músico Harry Styles (da banda One Direction). O comediante canadense Mike Myers, chegou a comprar um apartamento no local em janeiro, por US$ 14.6 milhões, mas o vendeu uma semana depois por US$ 15 milhões.

Esta sala de estar tem formato idêntico ao apartamento que a atriz Jennifer Lawrence comprou no prédio. (Foto: Divulgação)
Os 53 apartamentos do prédio foram reformados pela empresa de design CetraRuddy em 2014. Entre outras amenidades exclusivas para os moradores estão piscina interna de 21 metros, jardins interno e na cobertura (criados por um dos paisagistas do Jardim Botânico do Brooklyn), academia de ginástica, adega com temperatura controlada, sauna turca e vagas na garagem com decks para recarregar carros elétricos.

Garagem própria no subsolo, um luxo em Nova York. (Foto: Divulgação)
Assim que o prédio foi reformado, o maior apartamento do local, uma das oito coberturas – esta com quatro quartos e quatro banheiros, piscina própria, três lareiras e duas vagas na garagem -, se transformou na propriedade mais cara a ser comercializada na parte sul de Manhattan. Foi vendida para um comprador de nome não revelado por US$ 51 milhões.

Um dos apartamentos, com 4 quartos, pode ser alugado por qualquer um que possa desembolsar US$ 40 mil mensais.

O apartamento mais caro do prédio é esta cobertura de 4 quartos e piscina, com vista para o World Trade Center, vendida em 2014 por US$ 51 milhões. (Foto: Divulgação)
Apesar do título “à prova de paparazzi”, nem todos os moradores famosos do local têm medo de sair à rua. Meg Ryan pode ser vista nas imediações, esperando na fila do correio. E Jake Gyllenhaal, ao lado da irmã, a atriz Maggie Gyllenhaal, foi flagrado por este blog levando o cachorro para passear no parque de frente ao prédio. Ninguém pareceu reconhecer os irmãos atores.

 

Piscina interna do prédio. (Foto: Divulgação)