Curta de animador paulista poderá concorrer ao Oscar

Por Marcelo Bernardes

O desenho “Trabalho Interno” (“Inner Workings”), produzido pelo estúdio Walt Disney e dirigido pelo animador paulista Leo Matsuda, se tornou um dos dez pré-finalistas na corrida para o Oscar de melhor curta de animação. O anúncio foi feito na manhã de hoje (23) em Los Angeles.

A Academia selecionou o trabalho de Matsuda e mais outras nove produções de uma lista inicial de 69 filmes inscritos. No corte final de dez produções, Matsuda concorre com desenhos dirigidos por animadores dos Estados Unidos, Canadá, Peru, República Checa, França e Bulgária.

A lista dos cinco indicados oficiais será divulgada no dia 24 de janeiro, quando a Academia de Hollywood anuncia o nome de todos os filmes e profissionais que vão concorrer ao Oscar.

O animador Leo Matsuda tem chances no Oscar. (Foto: Divulgação)
O animador Leo Matsuda tem chances no Oscar. (Foto: Divulgação)

“Trabalho Interno” conta a história de um cérebro medroso que passa a brigar com o coração, pulmões e estômago de um homem, fazendo com que o último não tenha alegria na vida ou entusiasmo em seu trabalho enfadonho.  O curta antecede o longa de animação “Moana – Um Mar de Aventuras”, teve mega-lançamento hoje nos Estados Unidos: 3.800 salas.

É esperado que “Moana”, que tem músicas de Lin-Manual Miranda, o criador do musical fenômeno da Broadway “Hamilton”, fature US$ 80 milhões no feriado prolongado de Ação de Graças, celebrado amanhã (24) nos EUA. Ambos os desenhos serão lançados no Brasil no dia 5 de janeiro.