Pelos poderes de Grayskull: canal Fox apresenta a força de Zorn

Por Marcelo Bernardes

Com dois metros de altura e cabelo vermelho longo, liso, esvoaçante e com uma franja, é impossível de se ignorar Zorn. Quando se senta, pelado, em cima de um balcão de uma lavanderia, esperando que uma tanga à la Tarzan saia sequinha de uma máquina, é melhor ninguém mexer com o ruivão. Zorn carrega sempre consigo uma espada gigante. E, como deixou bem claro para a garçonete de um restaurante da moda na Califórnia, seu birinaite favorito é: “o sangue dos meus inimigos aniquilados, bebido diretamente do crânio dos filhos deles”.

Zorn tem o temperamento grosseirão de Conan, o Bárbaro e o corpanzil e a força do He-Man. Como a sensual Jessica Rabbit, personagem do filme “Uma Cilada para Roger Rabbit”, ele é cativante, mas está longe de ser de carne e osso. Em “Son of Zorn” (Filho do Zorn), novo seriado do canal FOX que estreia nos Estados Unidos em 25 de setembro, o truque é fazer comédia, misturando animação com cenas de ação ao vivo com atores. A ideia é executada pela dupla de animadores do momento: Christopher Miller e Phil Lord, roteiristas e diretores do sucesso “Uma Aventura Lego”.

Zorn, usando apenas botas de camurça, espera que sua tanga seja lavada. (Foto: FOX)
Zorn, usando apenas botas de camurça, espera que sua tanga seja lavada. (Foto: FOX)

Zorn é proveniente da nação-ilha de Zephyria, que tem direito a um castelo igual ao de Grayskull. No passado, Zorn foi casado com Edie (a atriz Cheryl Hines), com quem teve um fillho: Alangulon (Johnny Pemberton), que preferiu encurtar o nome de batismo para Alan. Edie mora agora com o noivo, um professor de curso de psiquiatria on-line, interpretado pelo comediante Tim Meadows. Para o aniversário de 17 anos do fillho, Edie, a contragosto, pede para que o ex deixe Zephyria e voe para um subúrbio da Califórnia, para tentar se reconectar com o filho. Para isso, Zorn decide alugar um apartamento e também descola trabalho de vendedor. Ele acredita que sua chefe, por ser hierarquicamente superior a ele, é, na verdade, um homem. E para comprar um refrigerante numa dessas máquinas que aceitam dinheiro, tenta enfiar uma mão decepada, com vários anéis de ouro e brilhantes nos dedos, no lugar de uma cédula.

Na Califórnia, Zorn e a ex mulher (Cheryl Hines) conversam sobre o aniversário do filho. (Foto: FOX)
Na Califórnia, Zorn e a ex mulher (Cheryl Hines) discutem o aniversário do filho. (Foto: FOX)

As inadequações de Zorn no mundo real são o motor de “Son of Zorn”. Mas, a julgar pelo piloto do programa, para que o canal Fox consiga emplacar a série, fazendo dela um sucesso como “Os Simpsons” e “Family Guy”, com as quais vai dividir as noites de domingo, roteiristas vão precisar fazer que a comédia não seja de uma piada só. Quem sabe até incorporar uma She-Ra à trama.

O elenco de carne e osso, liderado por Cheryl, que é ótima como a mulher do comediante Larry David em “Curb Your Enthusiasm”, parece desperdiçado no primeiro episódio do seriado. Por enquanto, o grande trunfo é o carisma do antiherói, dublado pelo comediante Jason Sudeikis. No mundo real, Zorn e a família nem se encontram. A série é gravada em Los Angeles e Sudeikis passa algumas horas por semana trancado num estúdio de Nova York fazendo a dublagem.

Johnny Pembert, o filho de Zorn, e Cheryl Hines em cena. (Foto: FOX)
Johnny Pembert, o filho de Zorn, e Cheryl Hines em cena do sitcom. (Foto: FOX)