Em Toronto, Sonia Braga posa para ensaio do Oscar

Por Marcelo Bernardes

E a vida continua para a equipe de “Aquarius”, filme brasileiro com maior visibilidade e respaldo da crítica americana depois de “Central do Brasil”, de Walter Salles, e “Cidade de Deus”, de Fernando Meirelles. No dia em que a comissão do Ministério da Cultura selecionou o longa “Pequeno Segredo”, dirigido por David Schürmann, para ser o representante oficial do Brasil na corrida do Oscar de melhor filme estrangeiro, a atriz Sonia Braga e o diretor Kléber Mendonça Filho participaram, no Canadá, de uma sessão especial de fotos do site “The Wrap” com os melhores destaques do Festival de Cinema de Toronto.

Sonia Braga, fotografada por Geneviève Caron para o "The Wrap". (Reprodução)
Sonia Braga, fotografada por Geneviève Caron para o “The Wrap”. (Reprodução)

 

O ensaio, assim como de outras publicações especializadas em cobrir Hollywood, serve como uma espécie de termômetro da corrida do Oscar, que sempre tem seu pontapé inicial, em setembro, durante o Festival de Toronto.

Clicada pela fotógrafa Geneviève Caron, Sonia está presente na lista com duas outras potenciais candidatas ao Oscar de melhor atriz, a francesa Isabelle Huppert (pelo filme “Elle”) e americana Natalie Portman, por sua caracterização como a ex-primeira dama Jackie Kennedy no filme “Jackie”, dirigido pelo cineasta chileno Pablo Larraín.  O mesmo diretor tem outro filme, também cinebiografia, com chances no Oscar, “Neruda”, com Gael García Bernal no papel do policial recrutado para caçar o poeta Pablo Neruda.

Caso lançado este ano nos EUA, o filme "Jackie", em que Natalie Portman interpreta Jackie Kennedy pode lhe render o segundo Oscar. (Foto: Reprodução)
Filme “Jackie”, no qual Natalie Portman interpreta Jackie Kennedy, pode lhe render o segundo Oscar. (Foto: Reprodução)

Sonia que, segundo o jornal Los Angeles Times faz em “Aquarius” uma interpretação que “coroa uma carreira”, também posou ao lado de seu diretor, Mendonça Filho, chamado pela mesma publicação de “poeta cinematográfico”.

Isabelle Huppert, que faz sua estreia terça (13), no teatro novaiorquino com "Fedra", pode ser indicada para o Oscar por "Elle", do cineasta holandês Paul Verhoeven. (Foto: Reprodução)
Isabelle Huppert, que faz sua estreia terça (13) no teatro nova-iorquino com “Fedra”, pode ser indicada para o Oscar por “Elle”, do cineasta holandês Paul Verhoeven. (Foto: Reprodução)

O ensaio do “The Wrap” reúne nomes como os de Ryan Gosling, pelo musical “La La Land”; a neta de Elvis Presley, Riley Keough, por “American Honey”; a dupla Ewan McGregor e Jennifer Connelly, respectivamente diretor e atriz da adaptação cinematográfica do livro de Philip Roth, “Pastoral Americana”; David Oyelowo por “A United Kingdom”, e o cineasta Oliver Stone, que dirigiu o ultra-aguardado “Snowden”, sobre Edward Snowden, ex-técnico da Agência de Segurança Nacional Americana que tornou público programas ultra-secretos de espionagem americanos.

O ator Ewan McGregor faz sua estreia atrás das câmeras, dirigindo Jennifer Connelly em "American Pastoral" (Foto: Reprodução)
O ator Ewan McGregor faz sua estreia atrás das câmeras, dirigindo Jennifer Connelly em “American Pastoral” (Foto: Reprodução)
Chega de #oscarsowhite. O mexicano Gael García Bernal e o inglês David Oyewolo (esnobado por "Selma") tem chances com os filmes "Neruda" e "United Kingdom". (Foto: Reprodução)
Chega de #oscarsowhite. O mexicano Gael García Bernal e o inglês David Oyelowo (esnobado por “Selma”) tem chances com os filmes “Neruda” e “A United Kingdom”. (Foto: Reprodução)
Screen Shot 2016-09-12 at 10.59.42 PM
A bela e a fera: Riley Keough, neta de Elvis Presley, estrela o filme indie “American Honey”; o cineasta Oliver Stone apresenta “Snowden”, com Joseph Gordon-Levitt. (Foto: Reprodução)