Dupla brasileira de vôlei de praia ganha destaque na revista Time

Por Marcelo Bernardes

Em reportagem especial sobre os Jogos Olímpicos do Rio, a revista Time destacou a dupla do vôlei de praia Larissa França e Talita Antunes, o jogador de futebol Neymar e a judoca Sarah Menezes na lista dos 60 atletas mundiais “para se ficar de olhar”. A revista diz que a pressão para Larissa e Talita conquistarem a medalha de ouro na Rio-2016 “será intensa” e que a judoca Sarah poderá vencer o primeiro ouro para o Brasil, “inspirando comemorações regadas à samba, sábado a noite, em todo o país”.

Sobre Neymar, a publicação o chama de “herdeiro potencial de Pelé”, mas, mesmo se ajudar a conquistar a primeira medalha olímpica para o futebol do país, as lembranças do 7 a 1 contra a Alemanha, na Copa do Mundo de 2014, “não apagará aquela memória dolorosa”.

A ginasta americama Simone Biles, 19, na capa da Time. (Foto: Reprodução)
A ginasta americama Simone Biles, 19, na capa da Time. (Foto: Reprodução)

Na lista dos “60 atletas para se ficar de olho”, a Time incluiu o nadador chinês Sun Yang, o primeiro a vencer uma medalha de ouro na natação para a China; o jogador americano de basquete Kevin Durant (“um dos poucos megastars da NBA a não cancelar sua ida ao Rio”) e a velocista jamaicana Shelly-Ann Fraser-Pryce (“nenhuma mulher ganhou três medalhas de ouro consecutivas nos 100 metros, algo que Fraser-Pryce pode conquistar no Rio”).

Maior estrela da ginástica olímpica dos Estados Unidos, a texana Simone Biles, de 19 anos, ficou com a capa da publicação.

A Time também publica entrevista com a dupla americana de vôlei de praia Kerri Walsh Jennings e April Ross. A revista diz que elas têm como forte concorrentes as brasileiras Larissa e Talita e Ágatha e Bárbara Seixas, mas que as americanas não estão preocupadas com a torcida local. “Nós adoramos os fãs brasileiros, mesmo quando eles não estão torcendo para nós. Eles nos motivam a darmos o nosso melhor”, disse Walsh Jennings. O técnico da dupla é o brasileiro Marcio Sicoli, que continuou a treinar Walsh Jennings após a aposentadoria de sua parceira, Misty May-Treanor, com quem ela conquistou três medalhas de ouro consecutivas na modalidade, em Atenas-2004, Pequim-2008 e Londres-2012.