Sports Illustrated prevê que o Brasil ganhará 20 medalhas na Rio-16

Por Marcelo Bernardes

Em sua edição especial sobre a Rio-16, a revista americana Sports Illustrated arrisca todas as medalhas olímpicas que o Brasil poderá ganhar: elas são 20, três a mais que o múmero conquistado nas Olimpíadas de Londres, em 2012.

Segundo a publicação, os brasileiros vão dominar o vôlei de praia, modalidade que o país lidera com 11 medalhas conquistadas em Jogos Olímpicos passados, e Neymar poderá ajudar a Seleção a ganhar sua primeira medalha olímpica.

Na categoria de judô feminino, a SI prevê boas atuações das atletas Sarah Menezes, Mayra Aguiar e Erika Miranda. A revista ainda chama a atenção para o nadador Bruno Fratus, embora o nome dele não seja sugerido como aposta de medalha. No quadro final de contagem de medalhas (a revista fechou sua edição antes do COI, o Comitê Olímpico Internacional, decidir se veta a participação de toda a delegação russa na Rio-16 por causa das denúncias de doping) não aparece entre os 10 mais: a Holanda fica na décima posição, com dois pódios a mais.

Projeção do quadro de medalhas feito pela Sports Illustrated. (Foto: Reprodução)
Projeção do quadro de medalhas feito pela Sports Illustrated. (Foto: Reprodução)

 

As medalhas que o Brasil poderá ganhar, segundo a SI, são:

 

Boxe Masculino – Leve (até 60kg): bronze para Robson Conceição/ou Albert Semilov, Azerbaijão (ouro para Lázaro Álvarez, Cuba; prata para Berik Abdrakhmanov, Azerbaijão)

Canoagem Masculino – Caiaque para duas pessoas (mil metros): ouro para Erlon Silva e Isaquias Queiroz (prata para Henrik Vasbányai e Róbert Mike, Hungria; bronze Piotr Kuleta e Marcin Grzybowski, Polônia)

Futebol Masculino – ouro (prata para a Colômbia; bronze para o México)

Futebol Feminino – bronze (ouro para os EUA, prata para a França)

Ginástica Artística Masculino – Argolas: prata para Arthur Zanetti (ouro para You Hao, China; bronze para Eleftherios Petrounias, Grécia)

Iatismo Feminino – Classe 49er FX: ouro para Martine Grael e Kahena Kunze (prata para Berta Betanzos Moro e Tamara Echegoyen, Espanha; bronze para Katka-Salskov Iversen e Jena Mai Hansen, Dinamarca)

Judô Masculino – 81kg: bronze para Victor Penalber/ou Antoine Valois-Fortier, Canadá (ouro para Takanori Nahase, Japão; prata para Avtamdili Tchrikishvili, Geórgia)

Judô Feminino – 48kg: bronze para Sarah Menezes/ou Ami Kondo, Japão (ouro para Urantsetseg Munkhbat, Mongólia; prata para Paula Pareto, Argentina)

Judô Feminino – 52kg: bronze para Erika Miranda/ou Andreea Chitu, Romênia (ouro para Misato Nakamura, Japão; Majlinda Kelmendi, Kosovo)

Judô Feminino – 78kg: prata para Mayra Aguiar (ouro para Kayla Harrison, EUA; bronze para Luise Malzahn, Alemanha/ou Mami Umeki, Japão)

Luta Feminino -Estilo Livre – 75kg: bronze para Aline Ferreira da Silva/ou Erica Wiebe, Canadá (ouro para Adeline Gray, EUA; prata para Qian Zhou, China)

Natação Masculina – 100 metros peito: bronze para João Luiz Gomes Júnior (ouro para Adam Peaty, Inglaterra; prata para Kevin Cordes, EUA)

Natação Feminina – Maratona Aquática (10km): bronze para Ana Marcela Cunha (ouro para Aurelie Muller, França; prata para Rachele Bruni, Itália)

Tiro Esportivo Masculino – Pistola de ar de 10m: prata para Felipe Almeida Wu (ouro para Jin Jong-Oh, Coréia do Sul; bronze para Yusuf Dikeç, Turquia)

Vôlei Masculino: ouro (prata para Polônia; bronze para Rússia)

Vôlei de Praia Masculino: ouro para Ailson Cerutti e Bruno Oscar Schmidt; prata para Evandro Gonçalves e Pedro Solberg (bronze para Phil Dalhausser e Nick Lucena, EUA)

Vôlei Feminino: bronze (ouro para os EUA, prata para a China)

Vôlei de Praia Feminino: ouro para Larissa França e Talita Antunes; bronze para Ághata Bednarczuk e Barbara Seixas (prata para Kerri Walsh Jennings e April Ross, EUA)