Cartunistas não perdoam ‘absolvição’ de Hillary Clinton

Por Marcelo Bernardes

O processo contra Hillary Clinton, a virtual candidata democrata à Casa Branca, pelo uso de um e-mail privado para assuntos de trabalho quando ela era secretária de Estado do governo Barack Obama, foi arquivado na quarta-feira (6) pela secretária de Justiça dos Estados Unidos, Loretta Lynch.

A decisão foi tomada um dia depois que o FBI (a polícia federal americana) recomendou não indiciar Hillary sobre o caso. Tanto o FBI quanto Loretta Lynch foram criticados por dar um passe livre para a candidata, cujo marido, o ex-presidente Bill Clinton, é amigo de Loretta. O diretor do FBI, James Comey, disse que Hillary foi “extremamente descuidada”, mas que não havia motivo suficiente de classificar o deslize dela como um crime.

A fama de desonesta da candidata democrata só se intensificou com o caso. Foi um prato cheio para os cartunistas durante a semana, especialmente para os do jornal conservador The New York Post, que pertence ao grupo do bilionário australiano Rupert Murdoch e apoia a candidatura de Donald Trump. Abaixo as melhores charges.

Hillaryclinton.com: "extremamente descuidada" - Liderança para os Estados Unidos. Charge de Gary Varvel para o jornal The New York Post. (Reprodução)
Hillaryclinton.com: “extremamente descuidada” – Liderança para os Estados Unidos. Charge de Gary Varvel para o jornal The New York Post. (Reprodução)
"Estou com ela". Charge de Bramhall para o jornal Daily News. (Foto: Reprodução)
“Estou com ela”. Charge de Bramhall para o jornal Daily News. (Foto: Reprodução)
Obama: "agora você está acima da lei"; "quando se tornar presidente, poderá fazer suas própria lei". Charge de Bok Buster para o jornal The New York Post. (Foto: Reprodução)
Obama: “agora você está acima da lei”; “quando se tornar presidente, poderá criar sua própria lei”. Charge de Bok Buster para o jornal The New York Post. (Foto: Reprodução)
"Estou acima da lei". Charge de Gorrell para o jornal The New York Post. (Foto: Reprodução)
“Estou acima da lei”. Charge de Gorrell para o jornal The New York Post. (Foto: Reprodução)
Hillary e Bill Clinton: Os Intocáveis. Cahrge de Gary Varvel para o jornal The New York Post. (Foto: Reprodução)
Hillary e Bill Clinton: Os Intocáveis. Charge de Gary Varvel para o jornal The New York Post. (Foto: Reprodução)
"O FBI disse que eu não sou uma criminosa". Charge de Gary Varvel para o jornal The New Post. (Foto: Reprodução)
“O FBI disse que eu não sou uma criminosa”. Charge de Gary Varvel para o jornal The New Post. (Foto: Reprodução)
Hillary escapa fácil foi a manchete do jornal conservador The New Post na quarta-feira (6) (Foto: Reprodução)
“Hillary escapa com facilidade” foi a manchete do jornal conservador The New Post na quarta-feira (6) (Foto: Reprodução)