Famosos ameaçam deixar os EUA caso Trump vença eleição

Por Marcelo Bernardes

Caso Donald Trump se torne o próximo presidente americano (e ninguém dê para trás como foi o caso do músico Lobão), várias celebridades americanas ameaçaram deixar os Estados Unidos.

* Durante um esquete de humor no talk show do apresentador Jimmy Kimmel, o ator Samuel L. Jackson disse que se manda para a África: “Se esse filho da puta se tornar presidente, eu mudo minha bunda preta para a África do Sul.”

* Durante as eleições primárias de 1o. de março, quando Trump venceu em nove de 11 estados americanos que votavam naquela ocasião, a cantora Miley Cyrus postou em sua conta no Instagram: “vou me mudar do país”. Ela não disse para onde, mas teve 245 mil likes.

Post de Miley Cyrus no Instagram. (Foto: Reprodução)
Post de Miley Cyrus no Instagram. (Foto: Reprodução)

* Já o ex-apresentador de talk show político e cineasta Jon Stewart tem planos intergalácticos. Nos bastidores da última premiação do prêmio Emmy, que ele venceu pela última temporada de seu programa “The Daily Show”, um repórter perguntou a Stewart se a possibilidade da eleição de Trump poderia fazê-lo voltar ao seu antigo programa, hoje apresentado pelo sul-africano Trevor Noah. “Não”, respondeu Stewart. “Eu iria considerar a possibilidade de tomar um foguete e me mandar para um outro planeta porque, claramente, o nosso planeta endoideceu”.

* Em se tratando de viagens para fora do planeta Terra, a cantora Cher foi mais específica. Respondendo a um fã no Twitter que ameaçava a se mudar para a Austrália, Cher, que chama Trump de “babaca falastrão” respondeu: “Se ele for eleito, eu me mudo para Júpiter.”

Respota de Cher no Twitter para um fã. (Foto: Reprodução)
Resposta de Cher no Twitter para um fã. (Foto: Reprodução)

* Em janeiro, durante seu programa matutino na TV “The View”, a apresentadora e atriz Whoopi Goldberg, comentando o fato de estar confusa com a situação política americana no momento, disse: “Não acho que (esse momento) representa os Estados Unidos. Não quero que seja os Estados Unidos. Talvez seja o momento para eu me mudar.”

* Em entrevista à edição britânica do site “The Huffington Post” para promover a série da Netflix “House of Cards”, a atriz Neve Campbell disse que poderá voltar para sua cidade de origem: Ontario, Canadá. “Estou aterrorizada. É muito assustador. Meu maior medo é que Trump triunfe. Não posso acreditar que ele ainda está na competição. Não posso entender como isso é possível. Mudo de volta para o Canadá (se Trump ganhar).”

* Canadá também será o destino da ex-apresentadora de TV Rosie O’Donnell, a qual Trump chamou publicamente de “porca gorda”. Ela contra-atacou, xingando o empresário de “babaca”. E, durante um debate dos republicanos, O’Donnell tuítou sobre Trump: “Tente explicar essa ‘coisa’ para seus filhos.”

* Em julho do ano passado, logo após Trump anunciar sua pré-candidatura à Casa Branca e revelar seu plano de construir um muro na fronteira entre os Estados Unidos e México, o comediante George Lopez, de descendência mexicana, disse: “Se ele ganhar, não vai precisar mais se preocupar com imigração. Nós todos iremos embora.”