Conheça os seriados de TV que podem fazer sucesso em 2016

Por Marcelo Bernardes

“Mr. Robot”, “Wolf Hall” e “Master of None” foram algumas das novas séries de TV que agradaram a crítica em 2015. Para o próximo ano, estou curioso a respeito dos títulos abaixo, produções novas e que vão de comédia com Sarah Jessica Parker à terror sobre exorcismo.

Damian Lewis e Paul Giamatti em "Billions". (Foto: Divulgacão)
Damian Lewis e Paul Giamatti em “Billions”. (Foto: Divulgacão)

Billions – “Wall Street” encontra “A Fogueira das Vaidades”. Co-produzida e escrita pelo jornalista e colunista econômico do “New York Times” Andrew Ross Sorkin (autor de “Grande Demais Para Quebrar”), essa série do canal Showtime atualiza as histórias por trás das estruturas do poder e do dinheiro em Nova York. O ator inglês Damian Lewis (o Brody de “Homeland”) interpreta um bilionário de hedge funds que é investigado por um procurador do governo interpretado por Paul Giamatti.

James Marsden e Evan Rachel Wood no western/ficção científica "Westworld". (Foto: Divulgação)
James Marsden e Evan Rachel Wood na ficção científica “Westworld”. (Foto: Divulgação)

Westworld – Em setembro, esse faroeste-futurista que tem Rodrigo Santoro no elenco, ganhou as páginas de fofocas por conta de panfletos que a rede HBO distribuiu em Los Angeles direcionados aos extras interessados em tentar vagas na série. Nos anúncios, os diretores de elenco alertavam os atores de que algumas cenas teriam “contato físico e explícito de genitálias”, o que gerou uma ameaça de investigação por parte do Sindicato dos Atores. A série é baseada no filme “Westworld – Onde Ninguém Tem Alma”, que o autor de best sellers Michael Crichton (de “O Parque dos Dinossauros) dirigiu em 1973 com Yul Brynner como protagonista. A história se passa num parque temático, onde robôs interpretam caubóis, vilões e mocinhas do Oeste americano. Algo sai errado e os visitantes começam a ser assassinados. O grande elenco inclui Anthony Hopkins, Thandie Newton, Ed Harris, Jeffrey Wright, James Marsden e Evan Rachel Wood.

David Schwimer e John Travolta em "The People v. O.J. Simpson: American Crime Story" (Foto: Ray Mickshaw/FX)
David Schwimmer e John Travolta em “The People v. O.J. Simpson: American Crime Story” (Foto: Ray Mickshaw/FX)

The People v. O.J. Simpson: American Crime Story. Depois de “American Horror Story”, a dupla Ryan Murphy e Brad Falchuk (namorado da atriz Gwyneth Paltrow) apresenta uma nova antologia na TV, dessa vez com um caso saído das páginas policiais: o famoso julgamento do ex-astro de futebol americano O.J. Simpson (interpretado por Cuba Gooding Jr.), acusado de ter matado a mulher e o amante dela, em 1994.  John Travolta interpreta Robert Shapiro, um dos advogados de defesa de O.J. Simpson que combateu em tribunal (com sucesso) o trabalho da promotoria liderado por Marcia Clark (Sarah Paulson). David Schwimmer (da série ‘Friends’)  interpreta o advogado de defesa Robert Kardashian, que morreu em 2003, aos 59 anos, sem testemunhar o sucesso que sua filha Kim Kardashian iria alcançar na mídia internacional.

Sarah Jessica Parker em cena de "Divorce". (Foto: Divulgação)
Sarah Jessica Parker em cena da comédia “Divorce”. (Foto: Divulgação)

Divorce – Em 1988, Sarah Jessica Parker fazia história na TV com a série “Sex and the City”, no papel de uma jornalista de Nova York à procura de um bom homem. Agora, 18 anos mais tarde – e com guarda-roupa parecido -, a atriz volta às comédias de meia hora de duração, tentando se desfazer do marido (Thomas Haden Church), o qual ela traiu.

Bobby Cannavale em cena de "Vynil. (Foto: Divulgação)
Bobby Cannavale em cena do drama musical “Vinyl”. (Foto: Divulgação)

Vinyl – Produzido por Mick Jagger e Martin Scorsese, esse drama é ambientado na Nova York na década de 70 e acompanha um presidente de uma companhia de discos interpretado por Bobby Cannavale, que lida com a crise em seu setor (ameaçado pela chegada da disco music e os primórdios do hip hop) e problemas pessoais com as drogas. O seriado também é estrelado por Olivia Wilde e Ray Romano (o comediante de “Everybody Loves Raymond”, agora tentando agora fazer papeis sérios),  além de um trio de filhos famosos: Juno Temple (filha do cineasta Julien Temple), Jack Quaid (filho de Meg Ryan e Dennis Quaid) e James Jagger (de Mick Jagger e Jerry Hall).

Patrick Fugit e Philip Glenister em cena de "Outcast". (Foto: Divulgação)
Patrick Fugit e Philip Glenister em cena da série sobre exorcismos “Outcast”. (Foto: Divulgação)

Outcast – Outro comic book de Robert Kirkman (em parceria com o artista Paul Azaceta) a ganhar a TV, após o sucesso da adaptação de “The Walking Dead”. Trata-se de uma trama de exorcismo. Patrick Fugit (o jornalista de “Quase Famosos”) interpreta jovem possuído por demônios desde a infância, que decide investigar as causas de sua possessão com a ajuda de um padre nada ortodoxo.