“Que Horas Ela Volta?” fica de fora da disputa do Oscar de filme estrangeiro

Por Marcelo Bernardes

Apesar de uma bem visível e atuante campanha de lobby para chamar a atenção dos membros da Academia de Hollywood, o filme brasileiro “Que Horas Ela Volta?”, de Anna Muylaert, ficou de fora da disputa do Oscar de melhor filme estrangeiro. A organização divulgou no final da tarde desta quinta, a lista da segunda fase da categoria, agora concentrada em nove títulos, tirada de um total de 81 produções inscritas. Sete dos filmes são produções européias, incluindo o franco-favorito, o húngaro “Filho de Saul”.

Anúncio de página inteira da campanha do filme "Que Horas Ela Volta?" na revista "The Hollywood Reporter" de novembro. (Foto: Reproducão)
Anúncio de página inteira da campanha do filme “Que Horas Ela Volta?” na revista “The Hollywood Reporter” de novembro. (Foto: Reproducão)

 

Os nove filmes da segunda fase são:

 

“O Novíssimo Testamento”, de Jaco Van Dormael, Bélgica

“O Abraço da Serpente”, de Ciro Guerra, Colômbia

“A War”, de Tobias Lindholm, Dinamarca

“O Esgrimista”, de Klaus Häro, Finlândia

“Cinco Graças”, de Deniz Gamze Ergüven, França

“Labirinto de Mentiras”, de Giulio Ricciarelli, Alemanha

“Filho de Saul”, de László Nemes, Hungria

“Viva”, de Paddy Breatnach, Irlanda. O filme é passado em Havana, Cuba, e falado em espanhol.

“Theeb”, de Naji Abu Nowar, Jordânia

**

Abaixo os pôsteres das campanhas dos filme selecionados para a segunda fase:

"Labirinto de Mentiras", Alemanha
“Labirinto de Mentiras”, Alemanha
"O Novíssimo Testamento", Bélgica
“O Novíssimo Testamento”, Bélgica
"Cinco Graças", França
“Cinco Graças”, França
"Theeb", Jordânia
“Theeb”, Jordânia
"Viva", Irlanda
“Viva”, Irlanda
"A War", Dinamarca
“A War”, Dinamarca
"Filho de Saul", Hungria
“Filho de Saul”, Hungria
"O Abraço da Serpente", Colômbia
“O Abraço da Serpente”, Colômbia
"O Esgrimista", Finlândia
“O Esgrimista”, Finlândia