Charlie Sheen anuncia na TV ter contraído o vírus HIV

Por Marcelo Bernardes

O ator Charlie Sheen, 50, admitiu hoje de manhã, no programa “Today”, ter contraído o vírus HIV há quatro anos. “Estou aqui para admitir que sou HIV positivo e quero colocar um fim nesses ataques, nessas represas de mentiras e sub-verdades, histórias que machucam outras pessoas que estão envolvidas e que não podiam estar mais longe da verdade”, disse o ator ao apresentador Matt Lauer. Sheen disse que é “indetectável”, ou seja, ele atingiu a supressão do vírus, via medicamentos antirretrovirais.

Ator Charlie Sheen hoje cedo no programa "Today" (Foto: Reprodução)
Ator Charlie Sheen hoje cedo no programa “Today” (Foto: Reprodução)

Sheen não parecia nervoso ou foi combativo durante as perguntas de Lauer sobre o envolvimento do ator com prostitutas. Sheen revelou ter contado sobre o fato para um grupo de pessoas próximas a ele. Ele disse não saber como contraiu o vírus HIV, mas que começou a sentir fortes dores de cabeça e acordar completamente coberto por suor “Tive um enxame de dores de cabeça, enxaquecas insanas, acordei coberto de suor por duas ou três noites seguidas e tive que ir ao hospital. Achei que era o fim. Achei que estava com tumor no cerébro”.

Sobre a doença, Sheen disse: “São três letras difíceis de absorver. É uma virada na vida de uma pessoa”.

Sheen confirmou ter sido vítima de “extorsão”, vinda de pessoas de seu círculo íntimo,  e que ele pagou algumas dessas pessoas para que elas se silenciassem sobre o caso. “Não muitas. Não sei quantificar um número, pois não quero dizer algo errado, mas paguei na casa dos milhões”, disse ele. “Uma coisa que as pessoas não entendem é que isso é dinheiro que eles estão tirando de meus filhos. Eles pensam que é só eu. Mas tenho cinco filhos e uma neta”.

Screen Shot 2015-11-17 at 8.16.54 AM

O apresentador Matt Lauer perguntou a Sheen se era verdade o rumor de que uma prostituta, após ter feito sexo com o ator, foi ao banheiro da casa dele e tirou foto do medicamento antirretroviral de Sheen com a ajuda de um celular. Ele admitiu ter sido verdade. “Isso foi depois de eu ter dito a ela ‘obrigado por ter vindo, mas a gente não vai se ver mais’.”

Sheen disse que “a partir de hoje” não vai ter que pagar mais ninguém. “Esse foi um dos meus objetivos em admitir a verdade. Eu hoje estou me libertando desta prisão.” Ao ser pressionado por Lauer sobre o fato de continuar transando com prostitutas e permitindo que a extorsão continuasse acontecendo, Sheen explicou que “estava deprimido, usando muitas drogas e tomando várias decisões erradas”.

O ator disse que é “impossível” o fato de ele ter transmitido o vírus para outras pessoas. Sheen admitiu ter feito sexo sem proteção após ser diagnosticado ser portador do vírus HIV. “Mas todas essas pessoas com quem fiz sexo estavam sob os cuidados de meu médico e eu contei para elas (antes de fazermos sexo)”. “Eu alertei todas as pessoas, sem exceção.”

No segundo segmento do programa, após um intervalo no qual repórteres entraram com boletins, direto de Paris e Washington D.C., sobre os ataques terroristas na capital francesa, Sheen foi acompanhado na entrevista de seu médico.

Antes de começar a falar com o médico, Lauer perguntou a Sheen se ele estava aliviado com a revelação feita durante o bloco anterior. “Muito mais do que pensei que ficaria”, respondeu o ator. O médico de Sheen disse que Sheen é “indetectável”, tendo atingido a supressão do vírus, por ter sido submetido imediatamente ao uso de medicamentos antirretrovirais.

Assista o video da entrevista aqui.