Casas de Billie Holiday e Charlie Parker vão à venda em NY

Por Marcelo Bernardes

Em uma dessas coincidências que só podia acontecer em Nova York, ambas as casas da cantora Billie Holiday (1915-1959) e do saxofonista Charlie Parker (1920-1955), dois gigantes do jazz, estão à venda.

A última casa em que Billie Holiday viveu fica na rua 87, a um quarteirão do Central Park. (Foto: Corcoran.com)
Frente da casa de cinco andares de Billie Holiday (Foto: Corcoran.com)

A última casa em que Billie morou fica na rua 87, a um quarteirão do Central Park. A de Charlie Parker fica na Avenida B, no East Village, de frente para o Tompkins Square Park.

Charlie Parker e Billie Holiday em imagem de 1950. (Foto: Reprodução)
Charlie Parker e Billie Holiday em imagem de 1950. (Foto: Reprodução)

Com cinco andares, mais porão e jardim, preço da casa de Lady Day, que está sendo comercializada via a corretora Corcoran, é de US$ 12.9 milhões, um grande salto no valor original de US$ 5.8 milhões que os atuais donos, dois irmãos, pagaram em 2009, antes de iniciarem uma reforma.

Entrada e último andar da casa de Lady Day. (Foto: Corcoran.com)
Entrada e último andar da casa de Lady Day. (Foto: Corcoran.com)

A casa tem sete quartos, seis banheiros, dois lavabos e nove lareiras originais.

Frente da casa de quatro andares de Charlie Parker, no bairro  do East Village. (Foto: Marcelo Bernardes)
Frente da casa de quatro andares de Charlie Parker, no bairro do East Village. (Foto: Marcelo Bernardes)

Construída em 1849, a casa de Parker, vendida pela corretora Halstead, tem valor atual de US$ 9.2 milhões. Bird, como Parker era conhecido, morava no andar térreo, que tem um lago koi (para carpas). Os quatro andares da propriedade são, na verdade, quatro apartamentos completos. Nos terceiro e quarto andares, a casa tem dois quartos. São três as lareiras originais.

Casa do Bird tem lago koi. O amplo salão é do apartamento térreo onde o saxofonista morava. (Foto: Halstead.com)
Casa do Bird tem lago koi. O amplo salão é do apartamento térreo onde o saxofonista morava. (Foto: Halstead.com)

No quarto e último andar, existe um terraço privado. Quem comprar a casa terá dificuldades para fazer muitas reformas nela: ela é tombada e patrimônio histórico de três instituições de Nova York. O quarteirão onde fica a casa também foi rebatizado pela prefeitura de “Charles Parker Place” (o espaço de Charles Parker)

Quarteirão onde Bird morava foi rebatizado de Charlie Parker Place (Foto: Marcelo Bernardes)
Quarteirão onde Bird morava foi rebatizado de “Charles Parker Place” (Foto: Marcelo Bernardes)