Censo americano mostra que crise acabou apenas para o 10% mais rico

Por Milly Lacombe

O US Census Bureau, agência governamental responsável pelo censo americano, divulgou em setembro o estudo sobre renda e pobreza de 2014 e os números mostram que a recuperação econômica depois da crise de 2007/2008 é real apenas para os 10% mais ricos do país.

Entre 2006, antes da crise portanto, e 2014 apenas a renda dos 10% mais ricos voltou a números de antes da crise.

Depois de analisar o estudo, o economista Richard Wolff diz que para 90% da população não houve uma recuperação e eles ganham menos hoje do que ganhavam em períodos que antecederam a quebradeira de 2008.

A taxa de pobreza nos Estados Unidos é de 14,8% hoje, ou quase 50 milhões de pessoas vivendo em condições de miséria.

Aqui o estudo completo do censo americano.