Vai para o trono ou não vai? Todos os olhos na nova tour de Madonna

Por Marcelo Bernardes
Reprodução
Reprodução

Todos os olhos estarão (novamente) em Madonna a partir de quarta-feira quando, no ginásio Bell Centre, em Montreal, Canadá, a cantora inicia sua mais nova turnê mundial, batizada de “Rebel Heart” e que já conta com 64 shows anunciados para a América do Norte, Europa, Ásia e Austrália.

Os números apontam que Madonna experimenta um declínio em suas apresentações ao vivo, assim como em sua carreira. Em se tratando de shows, Madonna encontrou seu apogeu em 2008, quando a tour “Sticky & Sweet” arrecadou um total de US$ 408 milhões, o maior resultado nas bilheterias para um artista solo. MDNA, a tour seguinte, em 2012, não teve o mesmo sucesso. Madonna movimentou com ela US$ 305 milhões.

Analistas já estão de olho nos números e reação do público, cambistas e mercado para “Rebel Heart”. Segundo o jornal New York Post de hoje, ainda sobram ingressos nas bilheterias para os 21 shows que Madonna fará nos Estados Unidos, incluido Nova York, a cidade onde Madonna mora. Nos dias 16 e 17 de setembro, a popstar se apresenta no Madison Square Garden e existe um declínio de 10% no número dos ingressos disponibilizados pelos cambistas, um sintoma que existe um sinal de enfraquecimento desta tour. Uma fonte da indústria de música americana que não quis revelar o nome, disse ao Post, que Madonna não está conseguindo “vender bem” a nova tour.