30% dos bombeiros de florestas californianos são presidiários

Por Milly Lacombe

O site Mother Jones postou nessa sexta-feira, 14 de agosto, matéria assinada pela repórter Julia Lurie, que diz que 30% dos bombeiros que combatem incêndios nas florestas californianas são presidiários que se voluntariam para o trabalho.

Em troca, esses 4 mil homens abatem dois dias da pena por dia trabalhado e ganham U$2 por dia (ou R$5) além de um adicional de outros U$2 por hora quando estão combatendo incêndios.

Com isso o estado economiza por ano U$80 milhões (quase R$ 300 milhões).

Parece ótimo, mas trata-se de uma mão de obra extremamente barata que, dizem ativistas, por motivos óbvios vem impedindo a reforma da política carcerária adiada há tempos.

Veja aqui a matéria de Lurie.