10 coisas sobre o final de “Mad Men” (sem estragar nenhuma grande surpresa)

Por baixomanhattan

Por Teté Ribeiro
Editora da Serafina

 

1. O criador da série, Matthew Weiner, fez o roteiro e dirigiu o último episódio da série

 

2. Toca “Hello, I Love You”, do The Doors, lançada em 1968, no álbum “Waiting for the Sun”. No fim do episódio, um calendário já marca o ano de 1970

 

3. Uma personagem principal e um coadjuvante cheiram cocaína

 

4. Um novo casal, de velhos conhecidos, se forma, num momento novela das nove da trama

 

5. Um ex-casal, recém reunido, aparece embarcando em um jatinho com roupas e cabelos inspirados em John e Jackie Kennedy. Até a filha deles usa um vestido parecido com os de Caroline quando pequena

Capa do jornal novaiorquino Daily News fala sobre o final "chocante" de "Mad Men" (Foto: Reproducao)
Capa do jornal novaiorquino Daily News fala sobre o final “chocante” de “Mad Men” (Foto: Reproducao)

 

6. Don Draper não veste terno em nenhuma cena do episódio final

 

7. Enquanto dois personagens masculinos importantes abandonam seus trabalhos, duas personagens centrais optam por não viver uma grande aventura em nome da carreira

 

8. Uma última lição de vida de Peggy Olson: “você não imagina o quanto pode conseguir se apenas pedir o que quer”

 

9. Um único anúncio aparece, e é real e foi premiadíssimo no final dos anos 60. A música, em versão mais acelerada, é usada até hoje no comercial da marca, a mais importante do mundo no seu ramo

 

10. Ommmmmmmmmmmmmm….