Dragões, selfies proibidos e atraso de Beyoncé na festa do ano

Por baixomanhattan

Os 500 convidados do Met Ball (Baile do Metropolitan) realizado ontem a noite, em Nova York, que quiseram mostrar, via mídia social, suas fabulosas roupas feitas especialmente para o evento, tiveram que fazer rapidinho. Antes de entrarem no museu Metropolitan. Ao chegaram a uma das várias galerias que apresentam a mostra China: Through the Looking Glass (a ser aberta para o público na sexta), eles descobriram que o wi-fi do museu funcionava com certa deficiência. A organizadora do evento, a editora da revista Vogue, Anna Wintour, já havia avisado de que selfies dentro do museu seriam desencorajados pelo staff. Mesmo assim, algumas celebridades não respeitaram o pedido. Entre os rebeldes que fizeram selfies estão Madonna, Diplo, Kerry Washington, Justin Bieber e Kim Kardashian.

 

A lista de convidados VIPs, que chegaram a pagar US$ 25 mil por um ingresso, incluiu nomes como Sarah Jessica Parker, George Clooney, Jennifer Lopez, Kanye West, Jessica Chastain, Rita Ora, Jennifer Lawrence, Katie Holmes, Julianne Moore, Selena Gomez, Larry David, Kate Hudson, Lenny Kravitz, Rachel Weisz, Alicia Keys, Cher, Marc Jacobs, Uma Thurman, Sofía Vergara, o ex prefeito de Nova York Michael Bloomberg (a falta da presença no evento do atual prefeito, Bill de Blasio, foi considerado como uma esnobada em Anna Wintour), Naomi Campbell e Neil Patrick Harris, entre outros. Muita gente chegou com vestidos pesados, tendo que enfrentar um final de tarde novaiorquino com temperaturas perto dos 30 graus Celsius.

Rihanna em vestido amarelo de Guo Pei, o mais comentado do Met Ball, realizado ontem a noite. (Foto: Divulgação)
Rihanna em vestido amarelo de Guo Pei, o mais comentado do Met Ball, realizado ontem a noite. (Foto: Divulgação)

 

O vestido que mais chamou a atenção foi o de Rihanna, feito pelo designer chinês Guo Pei, que foi colocado em contato com Rihanna por sugestão de Anna Wintour. Segundo o jornal New York Post, Rihanna era a mais bem vestida do evento e parecia uma “imperatriz em amarelo”. O vestido era envolto por uma gigantesca cauda que era controlada (para não enrolar na passagem pelo carpete vermelho e na subida das escadarias do museu) por quatro assistentes da cantora.

 

Rihanna também foi uma das celebridades mais satirizados via Twitter e Instagram. Algumas emissoras americanas exibiram um tuíte da conta @tesaodevaca, do carioca Gustavo, com uma foto de Rihanna transformada numa grande omelete. A foto pertencia a conta do Instagram do usuário @infidel.castro.

Foto paródia postada no Twitter por um carioca foi mostrada na TV americana. (Foto: Reprodução)
Foto paródia postada no Twitter por um carioca foi mostrada na TV americana. (Foto: Reprodução)

Dragões, dinastia Min, Confúcio e caligrafia chinesa foram alguns dos temas incorporados nos vestidos da noite.  Lady Gaga, num vestido com 14 mil penas feito por Alexander Wang para Balenciaga., parecia uma imperatriz chinesa. A designer Donatella Versace assinou o vestido carmim com a imagem de um dragão bordado usado por Jennifer Lopez. Já Sarah Jessica Parker, sempre divertida e ousada nesses eventos, foi totalmente temática, até na cabeça, com um arranjo para o cabelo feito por Philip Treacy. Ela também deixou todos os críticos de moda com grande munição para seus textos ao escolher a grife sueca de preços módicos H&M para fazer seu vestido. A atriz revelou que começou a pensar na ideia do vestido para a noite de ontem já em dezembro.

 

Sarah Jessica Parker não só ousou em seu arranjo na cabeça (feito por Philip Treacy): o vestido dela foi feito pela grife sueca de roupas baratas H&M. (Foto: Divulgação)
Sarah Jessica Parker não só ousou em seu arranjo na cabeça (feito por Philip Treacy): o vestido dela foi feito pela grife sueca de roupas baratas H&M. (Foto: Divulgação)

 

Beyoncé chegou as 22h30, com duas horas e meia de atraso, ao carpete vermelho do evento. Alguns fotógrafos chegaram a ir embora antes da chegada dela, outros pediram entrega de pizza no carpete vermelho, enquanto esperava a cantora chegar com o marido Jay-Z. Beyoncé usava um vestido Givenchy totalmente transparente encrustado por jóias. Seu rabo de cavalo era totalmente Jeannie É um Gênio. Outro faux pas veio dos repórteres e âncoras de programas de televisão. Alguns nomes famosos da mídia ainda tem dificuldades em pronunciar corretamente a palavra “gala”, e usam “gay-la” em vez do correto “gala”.