Atleta Bruce Jenner se declara mulher em “entrevista-evento” do ano

Por Marcelo Bernardes

Diane Sawyer, da rede ABC, mostra uma foto do ex-atleta novaiorquino Bruce Jenner, 65, durante as Olimpíadas de Montreal, realizadas em 1976, quando este venceu a medalha de ouro para os Estados Unidos na competição de decatlo. “Isto sou eu; isto é ela”, diz Jenner.

Bruce Jenner logo após admitir ter feito transição de sexo á jornalista da rede ABC, Diane Sawyer. (Foto: Cortesia ABC)
Bruce Jenner logo após admitir ter feito transição de sexo á jornalista da rede ABC, Diane Sawyer. (Foto: Cortesia ABC)

 

As 21h desta sexta, dia 24, com grande estardalhaço na mídia (os tablóides se deliciaram com a história nas últimas três semanas), a jornalista Sawyer, que recentemente ficou viúva do cineasta Mike Nichols (de “A Primeira Noite de um Homem”), fez uma das mais esperadas entrevistas-eventos da TV americana: a declaracão oficial de que Bruce Jenner a partir de agora quer ser reconhecido como uma pessoa do sexo feminino. Jenner está em processo de transição de homem para mulher. Ela não completou toda as mudanças físicas. Disse que fará as operações tranquilamente, durante este ano, mas sem prever uma data certa. Ela também não quis revelar seu novo nome.

 

Já nos primeiros cinco minutos do programa especial de duas horas de duração, Sawyer faz a pergunta: “você é mulher?” Jenner, que acabara de soltar o cabelo preso num rabo de cavalo, responde: “Uhm…sim…Para todas as intenções e efeitos, eu sou uma mulher”, a atleta responde. “As pessoas me olham diferente. Elas me vêem como esse homem macho, mas meu coração e minha alma, e tudo o que eu faço, fazem parte de meu lado feminino. É o que sou”.

Jenner nas Olímpiadas de Montreal, em 1976. (Foto: Divulgação)
Jenner nas Olímpiadas de Montreal, em 1976. (Foto: Divulgação)

 

Jenner, que é mais conhecido por ser o padastro de Kim Kardashian e por fazer parte do reality show da rede E! “Keeping up with the Kardashians”, disse à Diane Sawyer que não podia mais viver “uma mentira”. Ela também revelou que não sentia atração por homens quando cresceu na pequena cidade de Tarrytown, no interior de Nova York.  No começo da entrevista, Jenner diz a Sawyer que a revelação ia “ser difícil” e faz um pedido à apresentadora: “vamos ter que manter o senso de humor”. Jenner revelou que chega a sonhar como mulher.

 

A atleta revelou que a decisão de encarar seriamente os problemas psicológicos gerados pelo conflito de sua identidade sexual começou aos 40 anos, e que ela teve o apoio de um terapeuta. Um outro médico receitou hormônios femininos a Jenner na década de 80. Jenner disse que recebeu doses de estrogênio por quase cinco anos. Nos anos 90, ela já mostrava um nariz diferente e não tinha mais barba ou pelo no peito, devido a meses de um doloroso tratamento de eletrólise.

A entrevista foi feita na casa de Jenner, em Malibu, Califórnia. Vários transgêneros deram entrevistas como a autora Janet Mock, a modelo Geena Rocero, o ativista LGBT Chaz Bono (filho da cantora Cher) e a professora e escritora Jennifer Finney Boylan. Foram usados também clipes de entrevistas como a da soldada Kristin Beck e da participação da atriz Laverne Cox, do seriado “Orange is the New Black”, e do ator Jeffrey Tambor que interpreta um transgênero no seriado da Amazon.com, “Transparent”. A cena do seriado “Glee”, com o maior coral formado por transgêneros já reunido no showbiz, também foi mostrada.

 

Terapeutas e até pediatras especializados em transição também foram ouvidos. A médica Johanna Olson, pediatra de Los Angeles que comanda o maior programa de tratamento de transgêneros e adolescentes dos Estados Unidos, diz que procura explicar para os pais de transgêneros que os filhos “nasceram daquele jeito” e que eles (os pais) não devem se culpar por isso.  “A genitália não define o sexo. Mais e mais pesquisas estão provando que isso é uma reação hormonal originada pelo cérebro”, explica Olson. Sawyer chega a interromper a médica quando esta revela que a paciente mais nova que já tratou foi uma garota de 18 meses de idade. “Que palavras ela usava para expressar isso?”, pergunta a incrédula jornalista. “Eu, um menino”, diz a médica.

Bruce Jenner é assunto dos tablóides nas últimas três semanas. Ele aparece na capa da US Weekly desta semana. (Foto: Reprodução)
Bruce Jenner é assunto dos tablóides nas últimas três semanas. Ele aparece na capa da US Weekly desta semana. (Foto: Reprodução)

 

Jenner foi casada duas vezes e teve quatro filhos (todos na casa dos 30 anos) antes de conhecer Kris Jenner nos anos 90. Kris, que tinha três filhas – Kim, Kourtney e Chloé Kardashian – mais o filho Robert Kardashian, frutos do casamento dela com o advogado Robert Kardashian, que defendeu o ex-jogador de futebol O.J. Simpson, acusado de matar a esposa e o amante dela, se apaixonou imediatamente por Bruce. A atleta revela que, como tinha feito tratamento hormonal, não teve como esconder o fato da futura esposa.

 

Kris não se importou com a revelação e chegou a flagrar Jenner usando suas roupas em algumas situações. “Ela dizia: ‘quando você vai tirar essas roupas do corpo?”, conta Jenner. Bruce e Kris tiveram duas filhas biológicas, Kendall, de 19 anos, e Kylie, de 17, ambas modelos em ascenção no mundo da moda internacional. “Eu amo a Kris, acho que tive um ótimo relacionamento com ela, aprendi muito com ela, o que é importante no casamento, e acho que tivemos uma ótima vida sexual”, disse Jenner. Há alguns anos, Kris passou a ter problemas com a decisão do de Jenner fazer a transição para mulher e pediu o divórcio, finalizado no ano passado. “Fiquei aterrorizado com a ideia de contar para os meus filhos”, disse Jenner.

O primeiro a saber da notícia foi o cantor Brandon Jenner, 33. Brandon revelou a Sawyer que sentiu “um alívio” ao saber pela boca de Jenner a verdade. “Não estou lidando com isso perfeitamente; estou apenas tentando dar o melhor de mim. Quando eu vejo meu pai como mulher, pode ser um pouco chocante inicialmente”. A filha Cassandra Jenner, 34, também cantora, quis saber como chamar Jenner a partir de agora. “‘Eu sou o papai, você pode continuar me chamando de pai’ Foi um grande alívio para mim ouvir aquilo'”, ela disse.

Primeira página do jornal Daily News deste sábado, com detalhe de Diane Sawyer conferindo o vestido que Bruce Jenner usaria num jantar privado feito para a apresentadora da rede ABC. (Foto: Reprodução)
Primeira página do jornal Daily News deste sábado, com detalhe de Diane Sawyer conferindo o vestido que Bruce Jenner usaria num jantar privado feito para a apresentadora da rede ABC. (Foto: Reprodução)

Dos quatro enteados de Jenner, o primeiro a saber (mesmo que não oficialmente) foi Kim Kardashian. “Ela entrou no meu quarto e me flagrou vestida de mulher”, disse Jenner. “Ela saiu com o carro e eu liguei para ela e disse: ‘você está bem?'”, lembra Jenner.  A atleta nunca mais falou sobre o assunto com a família depois do flagra de Kim. Quando artigos em tablóides e no TMZ começaram a falar sobre a transformação física evidente de Jenner, Kim confrontou o padastro, que lhe contou a verdade. Somente alguns meses antes da entrevista de ontem, Jenner decidiu contar oficialmente aos quatro enteados e as duas filhas biológicas”. Khloé Kardashian, a mais comunicativa e divertida do clã, foi a que mais teve problemas com a notícia. “Ela ficou um pouco relutante em aceitar”. Kim Kardashian foi a que aceitou com mais facilidade, diz Jenner.

Jenner diz que espera fazer mais pela causa dos transgêneros, falando sobre suicídio, intolerância, violência e discriminação no trabalho. Somente neste ano, sete mulheres transgêneros foram assassinadas nos Estados Unidos. A atleta revela que, politicamente é conservadora e apoia o partido Republicano. “Mas tenho que dar crédito ao presidente Barack Obama (do partido Democrata) por ter sido o primeiro presidente a usar a palavra transgênero num discurso à nação”, diz Jenner.

A atleta disse que anda escutando a música “She’s a Lady”, de Tom Jones. Ficou de fora da entrevista apenas o novo nome de Bruce.”Se eu falar agora a mídia não vai me deixar quieto e eu não quero isso”. Jenner diz que voltou a tomar hormônios e que tem “dinheiro suficiente” para completar o processo de transição física: “colocar peitos, essas coisas”. “Como minha filha Khloé diz: ‘você tem que ter a vajayjay'”, diz Jenner se referindo a gíria americana para vagina. Jenner promete que fará a transição total, acreditem ou não, sem criar estradalhaço na mídia.

No final da entrevista, Jenner mostra a Sawyer o vestido preto que vai usar quando a jornalista voltar, naquela noite, para um jantar privado na casa da atlet. Naquela ocasião, Sawyer iria conhecer a “verdadeira” Bruce Jenner. Sawyer conta como foi seu encontro com a anfitriã: “ela estava linda e muito feliz”.

 

 

Bruce Jenner teve seis filhos, em três casamentos diferentes, incluindo as modelos Kendall, 19, e Kylie, 17, que são irmãs de Kim Kardashian. (Foto: cortesia ABC)
Bruce Jenner teve seis filhos, em três casamentos diferentes, incluindo as modelos Kendall, 19, e Kylie, 17, que são irmãs de Kim Kardashian. (Foto: cortesia ABC)